Eu, goleira

Li, esses dias, um ensaio interessante da Elena Ferrante chamado “O livro de ninguém”, publicado na coletânea Frant ...

Memória da chuva

  – É perigoso. Um risco considerável. Eu não aconselharia. Doutor Eduardo, o primo que se notabilizou em m ...

O rapto das três irmãs

“A última vez que as irmãs adolescentes foram vistas foi às 16h do dia 10 de agosto”. Fazia dois dias. Hesitou d ...

Perdi um poema

Tem esse poema. Um poema sobre a insuficiência das palavras. Eu amo esse poema, talvez por discordar tão forte dele. Mas ele n&atild ...

Ato

Esta coluna decide não escrever NADA. Ela repudia o não cumprimento da lei dos salários dos funcionários pú ...

Ironia da vida política brasileira na obra de Lima Barreto

No início de julho, a Carambaia lança um volume com dois livros de Lima Barreto (1881-1922), Os bruzundangas e Numa e a ninfa. Os t ...

O apagamento das escritoras na história literária brasileira

Você já ouviu falar em Emília Moncorvo Bandeira de Melo ou Carmen Dolores? E em Cecília Moncorvo Bandeira de Melo ou C ...

Medir com as próprias mãos

Minha primeira exposição se chamou "corpo! teatro do precário" e teve curadoria daquele que era, então, meu ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2017 REVISTAPESSOA.COM