Fingimento

Seção de poemas inéditos. Curadoria de Heloisa Jahn

O absoluto é um canto

2019-11-22
Fingimento
muito me servem o mal e sua clavis inferni   alba e nigra as explicações pegam  despegam   uma vez ...

Imagens ácidas

2019-10-09
Fingimento
  mulheres crudelíssimas não veem a hora              de ...

Moiras

2019-09-04
Fingimento
  LOGO AGORA     Posso morrer agora e não quero.   Nada contra a morte, essa consorte, nos ...

Jardim da Alcobaça

2019-08-01
Fingimento
    Isso não foi este ano, foi lá no pré-cambriano. Morava aqui no jardim um dinossauro chamado Lauro. ...

Na avenida

2019-06-20
Fingimento
  Naxos Melhor teria sido amar o labirinto o desenho infinito o engenho a ter se deixado devorar assim no centro –  c ...

Não cessa o zunido irreparável 

2019-05-18
Fingimento
  Sola  se aprendesse a chorar seria um segundo dilúvio  mas esse antro duro não racha nem na desgraç ...

Dou testemunho de uma evasão

2019-05-02
Fingimento
  Estradas, curvas, montanhas íngremes. Mais alguns vales em minha vida. Do século XII ao XX, os homens suportaram viver ...

O santuário de Atena kokkinê em Delos

2019-05-02
Fingimento
para a Tatiana   foi à saída do Areópago o maldito julgamento terminara por fim e ela só queria voltar ...

Coração-Colônia

2019-04-14
Fingimento
Coração-colônia a BR pra lá é breu a BR pra lá é breu café petróleo e p&atild ...

Alice Ruiz

2019-03-25
Fingimento
  1.   Nunca de novo menos Os cactos me ensinaram Uma delicadeza a mais Antídotos para venenos   -x-x-x- ...

Lembra-te do que é que eles te tiraram

2019-03-24
Fingimento
Lembra-te do que é que eles te tiraram Lembra-te todos os dias Do que eles te tiraram.   As garotas em tiaras de galhos dan ...

Fábula sobre um tema de Lênin

2019-02-12
Fingimento
TEATRO   O anoitecer como teatro espontâneo com um imenso ciclorama panorâmico disposto muito próximo à pl ...

Dez haikus com o kigô Presépio

2018-12-20
Fingimento
    Numa estória antiga o presépio reproduz tempo de inocência.   Cada vez menor o espaç ...

Basta a cada dia o seu próprio mal

2018-11-12
Fingimento
  Leopoldina de Habsburgo nas vésperas de vir para o Brasil Às oito horas depois que invadiu a casa dos camponeses a & ...

Movimento inconsistente da realidade

2018-10-11
Fingimento
  A queda já me estabaquei tantas vezes que sou incapaz de contar algo terrível aconteceu numa dessas quedas parti s ...

Pouco poderei dizer

2018-10-10
Fingimento
  MURO   Ponho por escrito o que não ouso dizer.   Penso que as palavras não são as mesmas. ...

Se é desejo, se é medo, se é ódio

2018-08-26
Fingimento
um poema a w.h. auden   que a noite torna a urgir com nossa partida como crianças que apanham chuva sem gosto parado no torve ...

Eclipses e incêndios 

2018-07-23
Fingimento
  eclipses e incêndios  cacos de vidro e arames farpados corpos vagando à procura de um afago/de um abrigo de u ...

Arrastão

2018-06-26
Fingimento
  Praia dos ingleses   estamos sentados debaixo do sol acabamos de chegar        e estam ...

Inventa essa pessoa

2018-05-09
Fingimento
nas cartas   I você acaba descobrindo coisas sobre as pessoas, nem elas querem saber você também não ...

A poeira da terra

2018-04-09
Fingimento
  Marília de Dirceu em Ouro Preto Sobrados, declives, Ouro Preto repete-se sem ficar exausta, dividida pela história; c ...

Durassianas

2018-03-21
Fingimento
  Durassiana 2 Tô atrasada, desculpe Tem nada não É que tinha esquecido Vamos Você não supor ...

se me empurrares

2018-03-08
Fingimento
  a manhã é uma criatura sem forma a visão turva das grandes ambições a tornarem-se silêncios ...

Nesses ares sonoros, nesses muros*

2018-02-25
Fingimento
  POEMA    LITERAL   Aqui é tudo mais do mesmo: na permuta e no escambo, no varejo e no atacado ...

E meio

2018-01-07
Fingimento
  SPLEEN 2½   Não se fazem mais lembranças como as de antigamente. Agora a memória apenas acumu ...

Sombra e luz

2017-12-19
Fingimento
  18e arrondissement   Os escultores de Montmartre têm que ter estudado (a fundo) anatomia para lograrem esculpir ess ...

O silêncio maior

2017-12-12
Fingimento
  VARANDA no meu próximo poema vai ter uma varanda de madeira, meio bamba, sem pintura onde meu pai vai tocar violão e ...

Ele teme não ter amor para o tanto que ama

2017-10-18
Fingimento
    Ele teme não ter amor para o tanto que ama O que te faço desta alegria com que te olho?  Perder-te ser ...

fez-se a estrada maior do que o meu desespero

2017-09-25
Fingimento
  Já se esquecera a que sabia o sémen de um estranho. E agora, que voltava sem querer às ruas vermelhas, quase se ...

dois pontos: pescoço x sobreviventes

2017-09-11
Fingimento
x procuro por um lago procuro o valor de um lago com vista para uma varanda clara tão clara que deslumbrada  procuro evitar o ...

Fingir. Variações

2017-08-18
Fingimento
  I – ESTÁ FALANDO COMIGO?   O espelho da cena de Táxi driver em que o motorista mirando-se nele repete c ...

Por dentro dos jacarandás

2017-08-03
Fingimento
Desdobrar a sombra   Desdobrar a sombra para que da escuridão se faça ainda o amplo passo da luz nos nomes que h&aacu ...

Ruídos da minha história

2017-07-22
Fingimento
1. Só quero me lembrar das noites em que éramos quatro e povoávamos a sacada do prédio: Nossas palavras testand ...

Três duplas

2017-06-08
Fingimento
MARIO E OSWALD   Dúbio, homo, homem à beça com pouco tempo de criança pois tinha que escrever mil e uma ...

Chegaram os meus fantasmas para o chá

2017-06-05
Fingimento
  PORTO ALEGRE, HOTEL MAJESTIC (com a voz de Mário Quintana)   tenho por auréola um candeeiro à cabec ...

Numa Cidade Ilegível

2017-05-11
Fingimento
  Eu preparo a grande paragem Pego no homem torno-o sabatino Prego-lhe o bico diante dos primeiros cabelos grisalhos Dou-lhe diz ...

Ler a vida

2017-05-04
Fingimento
  A MESMA FALA Num café de Lisboa   Novamente o mar batia  Palavras ainda no olhar enevoado de quem trazia ce ...

Insônia

2017-04-17
Fingimento
*   A madrugada interrompeu os sonhos, já o silêncio do mundo nos tardava. À paisagem deserta dos meus olhos ac ...

Riga

2017-04-07
Fingimento
  no metrô um homem perguntou que horas eram você se curvou para o relógio de pulso respondeu oito ele entã ...

Um cocar de favas frescas

2017-03-02
Fingimento
now   o cio do adeus   maquia as   faces da enseada.   lenços nevados   n&ati ...

Poemas

2017-02-10
Fingimento
1   as matilhas que me cortam não se cruzam. sou uma ode das carnificinas. os rios que me atravessam não se misturam. sou o ninho das ra ...

Poema de gravidade

2017-01-23
Fingimento
Poema de gravidadecrescidesafiando as leisda gravidadedos meus irmãos, da minha família,de todos os conhecidoscoraçõespartidoshojevou passar na m ...

Escreve sempre que precisares

2017-01-19
Fingimento
  Escreve sempre que precisares de me dizer que há gelo nas tuas mãos e nas paredes do frigorífico. Os legumes q ...

Conversa curta

2016-12-12
Fingimento
AMORJe-ro-se-li-na – ela escandiu sílaba por sílaba. – É este o meu nomemas meu marido me chama de Linda.É o Aderbal.Ele só come a comida que eu ...

Todas as casas de amor são ridículas

2016-11-16
Fingimento
    Prefiro o ridículo de escrever poemas ao ridículo de não os escrever. Wislawa Szymborska &nbs ...

De lá, da nossa Manchester

2016-11-09
Fingimento
TUMBAPuseram eleno topo do prédio,de guindastePARABÉNS                 ...

Quinta da Boavista

2016-10-13
Fingimento
Vem à quinta-feira Vem à quinta-feira. É quase fim-de-semana e podemos, talvez, beber uma cerveja ao cair da tarde, enqua ...

Uma cama estreita

2016-10-06
Fingimento
Agorana volta do caminho restará o quêda obscura esfera que ora deliquesceno transitório âmbito da mente?amplas paisagens ensolaradasuns tan ...

Vem, vem apenas

2016-09-20
Fingimento
Na poesia mais recente que tem surgido em Portugal, destacam-se algumas vozes femininas, como Golgona Anghel, Filipa Leal, Margarida Ferra ou In& ...

4 lascas com Rimbaud

2016-09-09
Fingimento
[R no Harrar]Li que a cidade de Harrar, situada entre vales extensos, cercados por cadeias de montanhas secas, transmite ao viajante a sensação ...

Ztória em Quadrinhas

2016-08-17
Fingimento
OS  PRUTUCAS<<<<<<<<<<<<1- ROÇALGATE           &n ...

Pequena vitória

2016-07-08
Fingimento
1. CONTATO   Ar pela minha coluna, ar serpenteado, se espraia por toda a sala – dinâmica em espiral onde danço, tronco, pé, onde to ...

Setenta anos

2016-06-10
Fingimento
Setenta anos                     Mãe, onde estás, que tenho medo do quarto escuro e dos ciga ...

O tempo e os amigos

2016-05-18
Fingimento
Os pés perderam o compasso.Alinharam - se os braços ao troncoem arco - submissos companheiros   leais indicadores da descida.Volta ...

Fumo, o poema, o albatroz

2016-04-07
Fingimento
FumoPero insistes, lágrima escarnecida,y alzas en mí tu imperio desolado1Fumo era uma faixa de crepesinal de lutocolado ao peito.Pobre feito uma ...

Abandonos

2016-03-03
Fingimento
(1)por favor, esqueça onde fica aquela ruanão ligue mais para o número de semprelargue, largue, eu peço, largue esta alçanão tente mais subir est ...

Chamada de jornal

2016-02-21
Fingimento
chamada de jornalninguém a matouela é que morreufoi encontrada mortaem seu apartamentoele não a estrangulounão montou sobre ela na camae quando v ...

Antimemória

2015-10-08
Fingimento
Antimemória  Voltar ao seio da memória dura E se perder como primeiro passo Sabendo sem saber ardido   Pensar caída a pedra que peguei ...

Rio de Janeiro, no futuro

2015-09-14
Fingimento
Rio de Janeiro, no futuro existe algo à nomeaçãotalvez como à pureza dedos de sombra em dália brancafrases num enleio de sal, sargaçosr ...

rosetta e índio

2015-09-01
Fingimento
rosetta o ruído da geladeira não é contínuoé intermitentetoda vez que a geladeira faz o ruídoas garrafas em cima dela trememe fazem um som d ...

História sentimental do teatro

2015-08-19
Fingimento
Logocausto   Uma língua de mortos. Idioma anti-segredo, a sibilar?no espelho?seu eco de cova no indo-europeu ainda.?Todas aquelas bocas ...

Taxomania 5

2015-08-18
Fingimento
Taxonomia 5 animais são agressivos por um único motivo: necessidade por isso são agressivos quando têm motivos ou seja, quando têm nece ...

Deriva continental

2015-08-06
Fingimento
21:15   Poucos sabem qual é o nome do físico quântico que andava ao lado da minha irmã. Mas o ...

Skate/borda

2015-08-05
Fingimento
DE BORDA De repente, lê-se ao fundo Tudo sem rumo toma ritmo  dá-se feito aviso Em poste de ferrugem um flyer um Postal quase um campeon ...

as (causas) invisíveis

2015-07-24
Fingimento
sewa-monoao Pedro você também podecorrer pelo campo como um samuraidesempregadobuscar amantes suicidas em Sonezakidramas mais domésticosabri ...

O espelho da pele

2015-07-23
Fingimento
O Jardineiro noturno contrariando o dia claro e os cortes difíceisas raízes renitentes e a reparação do erroo jardineiro delicadamente arran ...

Poemas em prosa

2015-07-16
Fingimento
It’s all true. Velas azuis ancoradas. Suave é a noite. As luzes piscando como uma discoteca em Manila. Vento forte e palmeiras bravas. Álcool. A ...

Guardo ar

2015-07-06
Fingimento
  BATO  a cabeça na porta da imagem e ela resiste polimorfa perversa   Jogo-a na parede e ela se vira cinema   cort ...

mangue de pedra

2015-06-23
Fingimento
Mangue de pedraNão nos amamos maisisso é certocomo são certasas horas em que vamos dormirpontualmentecomo o silêncio do mangueque infiltra o mar ...

Cerca de bambu

2015-06-15
Fingimento
IRespirando o ar leve, ouvindoo dia cantar no meio do céu, as avescortarem o dia, seu vulto claromergulhando nas ondas, a cristaerguida e breve, ...

Manual

2015-05-20
Fingimento
Manual Uma mão. Cinco dedos. Um milagre. A explosão de uma estrela: Um olho se abre – uma constelação. Nada mais extraordinário. O olho n ...

Aviso

2015-05-05
Fingimento
AVISO   É perigoso, menina, sair de casa sem seu guarda-chuva perolado sem seu fogo mortífero sem seu sexo sempre aberto aos apelos ...

Bilhete dos hoplitas aos que leem sobre as Portas Quentes nas termas de Poç

2015-04-21
Fingimento
"I was neither at the hot gates Nor fought in the warm rain" T.S. Eliot    Bilhete dos hoplitas aos que leem sobre as Portas Quentes n ...

2 9 d i a s – título do poema que começa com restos de...

2015-04-06
Fingimento
2 9   d i a s – título do poema que começa com restos de...  r e s t o s   d e   f l o r e s   d e&n ...

Antimídia

2015-04-03
Fingimento
ANTIMÍDIA I Tunisiano de cabeça nervurada assenhora-se da unha mínima da história enfurece letras que são bichos de um minucioso horror q ...

Lemúria ou eldorado

2015-03-11
Fingimento
lemúria ou eldorado           nacionalista III para Delmo Montenegro       esteja atento po ...

Desvia do olhar vazado

2015-03-04
Fingimento
DESVIA DO OLHAR VAZADO DE NARCISO ELE NÃO TE VERÁ TE PERDERÁS NA INTERROGAÇÃO     DIA A DIA SECARÃO TUAS FLORES PASSARÁS AO LA ...

Um apocalipse em câmera lenta

2015-02-18
Fingimento
  Curadoria de Moacir Amâncio       ROYAL ASCOT   Ninguém é sério. Nem mesmo o cavalo vencedor. Tudo irmana rum ...

O chamado de Deus

2015-02-03
Fingimento
DE MEU PAI De meu pai penso que herdei esta verticalidade. Quando sobre os ombros despenca o imenso peso do mundo. (E o jeito suave d ...

Três topologias para um viajante

2015-01-20
Fingimento
1   um corpo chamado san pedro para Eduardo Jorge   O corpo permanece antigo, foi sempre antigo. Resiste. Gaudí sonhou esse corpo um ...

Três vezes tu

2014-12-17
Fingimento
Três vezes tu Como as três cadeiras de Joseph Kosuth eis aqui: três vezes tu na fotografia num vestido branco saído do esquecimento ...

teoria cinco das partes do universo

2014-12-03
Fingimento
para maura santiago galhos de entortar bacana a língua em ramos a piedade do mangue das mulheres em sega o corrupio da folhas o voo o mergul ...

“entre nós a voz”

2014-11-18
Fingimento
“entre nós a voz” e esse ritmo de carne que entontece as curvas paisagem e voz tece nuas pelos nós - pelo aéreo - todas as juras de amo ...

A segunda imagem

2014-11-06
Fingimento
A SEGUNDA IMAGEM em never land, ruanda por uma falha no sinal de vídeo ficou visível na segunda imagem uma fratura esfolhamento vulto na ...

Odes a Maximin

2014-10-15
Fingimento
Texto em que o poeta celebra a língua e a sintaxe de Maximin Não me importaria se tão-só de plosivas vivesse o homem, Maximin, desde que se o ...

Um outro espanto

2014-10-02
Fingimento
Os seis poemas abaixo integram o livro Alvo, ainda inédito, escrito entre 1992 e 1994, em Ouro Preto. Um outro espanto Não sei se a tarde é u ...

Sol vermelho

2014-09-15
Fingimento
Sol vermelho Em memória de todos aqueles que, além de acreditar, lutaram por um mundo melhor 1. cada vez que você respira é como se um anz ...

(15 movimentos para esta casa)

2014-09-05
Fingimento
(15 movimentos para esta casa) Em cada lugar que frequentamos em cada lugar que vamos em cada lugar que conhecemos em cada paisagem que nos ...

Seis poemas visuais

2014-08-05
Fingimento
Mata-mata, 2013 Flua, 2013 Mesóclise, 2013 Runas, 2013 Madeira de lei, 2013 Eu, 2013 ...

Metodologia e outros poemas

2014-07-16
Fingimento
O importante o importante da respiração é o modo como ela parece não existir. a cabeça deve respirar como a água: são os outros — o Peixe, po ...

Tecer os dias

2014-04-16
Fingimento
Tecer os dias com o fio do tempo dar-lhe forma respiro, movimento esculpir a vida dilatando as horas perder-se contando nossas vastas memórias re ...

A oitava lua nova

2014-03-29
Fingimento
A oitava lua nova À Glaura Cardoso A flor do imbondeiro cai do coração de um pássaro – esta é a No ...

Ferida exposta

2014-03-20
Fingimento
Braços abertos para o mergulho, deve ter voado antes de se esborrachar no chão. O êxtase, e depois a dureza da calçada. Passarinho humano de baby ...

Andarilha

2014-02-22
Fingimento
Andarilha Feridas marcando meu rosto? Isso é coisa nenhuma a vida me dói é lá dentro, onde estou corrompida em vinte mil fragmentos. Pr ...

Exílio

2014-01-15
Fingimento
Exílio Todos os dias desço até a padaria cruzo a catraca A padaria não é mais a mesma velho balcão de lata ensebado e gorduroso velho por ...

Invisíveis

2014-01-06
Fingimento
Os poemas que se seguem são dos últimos escritos por Donizete Galvão. A ele, nossas melhores lembranças. Invisíveis Sobre um livro de Fernan ...

Flash

2013-12-02
Fingimento
flash pela lente ele registra o que ela foi e o que será neste agora de dilemas em sépia e branco e preto ele sabe que ela não possui so ...

TRÊS POEMAS EM PROSA

2013-11-19
Fingimento
VELHO BÊBADO Velho bêbado e a bengala, único sinal a deparar na estrada. Atravessa a noite, coleciona qualidades oníricas. Levanta a bengala e a ...

Variações sobre o desconcerto do mundo

2013-09-18
Fingimento
VARIAÇÕES SOBRE O DESCONCERTO DO MUNDO   Está tudo inverso: o longe o perto o certo o incerto no grande descon ...

Um Klint e outros poemas

2013-09-02
Fingimento
[do livro inédito Outra Arte] Um Klint A cor falsificada, a textura imprecisa, o nome esquecido entre sinapses.   Talvez chame-se ...

Onde o Púbis

2013-07-17
Fingimento
ONDE O PÚBIS A mão que assina a pele é inimiga do sonho. Há muito desistiu da hora em que a vontade foge com o susto dos roedores. A m ...

Roçar de palavras

2013-06-18
Fingimento
1. essa escrita que diz e preenche o vazio das noites em que muitas estrelas e diversas línguas não traduzem o que importa o que realmente im ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM