João Pedro Cachopo

É musicólogo e filósofo. Lecciona Música e Pensamento na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e integra o Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical. Os seus interesses de investigação atravessam os campos da musicologia, da filosofia e dos estudos de cinema e media, incidindo particularmente sobre a relação entre estética e política, a interacção entre as artes na modernidade e questões de remediação, dramaturgia e crítica. É o autor de Verdade e Enigma: Ensaio sobre o pensamento estético de Adorno (Vendaval, 2013), que recebeu o prémio do PEN Clube Português na categoria de Primeira Obra em 2014, bem como de ensaios publicados em revistas como The Opera Quarterly, New German Critique, Europe: Revue Littéraire, Colóquio Letras ou O que nos faz pensar. Co-editou Rancière and Music (Edinburgh University Press, 2020), Estética e Política entre as Artes (Edições 70, 2017) e Pensamento Crítico Contemporâneo (Edições 70, 2014). Traduziu Theodor W. Adorno, Didi-Huberman e Jacques Rancière.

Recomendado

Uma viagem à Amazónia antes e depois da pandemia

2020-11-05
Arca
  O encenador inglês Simon McBurney deveria ter encenado Wozzeck de Alban Berg no Festival de Aix-en-Provence em 2020. Tendo esta produção sido adi ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2021 REVISTAPESSOA.COM