Rodney Saint-Éloi

É um poeta haitiano-canadense. Ele foi duas vezes indicado ao Prêmio Gouverneur général de poesia em língua francesa, em 2013, por Jacques Roche, je t'écris ce lettre e, em 2016, por Je suis la fille du baobab brûlé. Nascido e criado em Cavaellon, Haiti, mudou-se para Montreal em 2001. Foi fundador da editora haitiana Éditions Mémoire, em 1991, na qual publicou várias coleções de poesia, como J’avais une ville d’eau, de terre et d’arc-en-ciel heureux  (1999),  J’ai un arbre dans ma pirogue (2003) e Récitatif au pays des ombres (2011). Ele também administra a editora Mémoire d'encrier, fundada por ele em 2003 em Montreal. Fotografado por Étienne Bienvenu.

Recomendado

Bicicletear, bicitar, bicitandar

2020-06-03
Whats This? Dont Know Yet
  Romy é uma linguista do alto de seus quatro anos e meio. No carro, há uma semana, ela calmamente observa uma menininha andando de bicicleta e diz " ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2021 REVISTAPESSOA.COM