Bernardo Ajzenberg

É escritor, tradutor e jornalista, é autor de Carreiras cortadas (1989), Efeito suspensório (1993), Goldstein & Camargo (1994), Variações Goldman (1998), A gaiola de Faraday (2002, prêmio de Ficção do Ano da Academia Brasileira de Letras), Homens com mulheres (2005, finalista do prêmio Jabuti), Olhos secos (2009, finalista do prêmio Portugal Telecom), Duas novelas (2011), Minha Vida sem Banho (2014, Prêmio Casa de las Américas 2015) e Gostar de ostras (2017). Fotografado por Rodrigo Fonseca.

Recomendado

A mulher, o homem, a menina e eu

2017-10-23
Desassossego
  A mulher, à minha frente, devia ter em torno de quarenta e cinco, cinquenta anos de idade. Trajava um sobretudo marrom escuro, tinha cabelos grisalhos, lisos ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2017 REVISTAPESSOA.COM