Imagem 1520544141.jpg

O peso do sonho vivido

Paulo Scott. Divulgação



2015-02-24

A Revista Pessoa adianta com exclusividade trecho do novo livro de Paulo Scott, O ano em que vivi de literatura, que sairá pela editora Foz este ano.

No livro, Scott narra as desventuras de um jovem escritor à beira dos quarenta anos, diante da possibilidade concreta de abrir mão de tudo, encarando a solidão que uma escolha como essa pode determinar. Num tom sarcástico e direto, mas acima de tudo crítico, Scott cria mais um personagem singular.  

Novembro de dois mil e dez  

Foi ao acaso que me juntei àquele grupo de quase vinte adultos bêbados pré-aquecidos duma festa anterior, quase vinte loucos que se encontraram prum depois das horas materializado numa festa que começaria às três e meia da manhã duma madrugada de domingo pra segunda. O anfitrião (que na hierarquia do grupo não passava dum cara entusiasmado e mão-aberta, primo em segundo grau duma produtora de cinema que se ausentou do Rio de Janeiro por conta duma gravação no interior do Espírito Santo e deixou com ele as chaves do apartamento pra que...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Revista Pessoa
 



Sugestão de Leitura


Azagaia

  às mães e também às mães em minha mãe   é de muita miçanga nos fio ...

Moço em estado de sítio

  (Silêncio. Acende uma luz em Lúcio e Jean-Luc. Comem pão com queijo. Ruído de rua. Um homem idoso está ...

Palavras por uma boa morte

  Poema Zen As palavras não fazem o homem compreender, é preciso fazer-se homem para entender as palavras. Herberto ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2021 REVISTAPESSOA.COM