Imagem 1647275361.jpg

"Como vamos explicar no futuro essa pornografia moral?"

Foto: Joanna Kosinska



2022-03-15

Ao Brasil, com amor: uma troca mensal de cartas entre dois “estrangeiros” que nos levará até meados de 2022. Jamil Chade (em Genebra) e Juliana Monteiro (em Roma) compartilharão suas reflexões sobre o que será e quem seremos nesse momento de revolução. São cartas digitais. Mas os sentimentos, angústias e buscas são tão reais quanto seus próprios sonhos.

 

Genebra, 15 de março de 2022

 

Prezada Juliana,

Olhando para o chão, vejo vários papéis amassados, formando um estranho campo minado de resquícios do meu fracasso. São as outras versões da resposta à tua carta que eu preparei para te mandar. Palavras em folhas contorcidas e que, mesmo antes de serem descartadas, pareciam que não faziam sentido.

Tua ousadia, sensibilidade e coragem em tratar da questão da injustiça me deixaram em silêncio por algumas horas. Como colocar sentido em uma irracionalidade profunda?

Como encontrar respostas racionais para uma questão que desafia nosso traço mais profundo de humanidade?

Tento imaginar como as gerações futuras vão...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Jamil Chade

Jornalista, graduado em Relações Internacionais. Com passagens por mais de 70 países, atualmente é colunista do UOL, El País e do Grupo Bandeirantes. De seu escritório na sede da ONU em Genebra, ele tem contribuído com veículos internacionais como The Guardian, BBC, CNN, Le Temps, Swissinfo, CCTV, Al Jazeera, France24 entre outros. É autor de cinco livros, dois dos quais foram finalistas do Prêmio Jabuti. Ele também venceu o prêmio Nicolas Bouvier, na Suíça, foi eleito duas vezes como o melhor correspondente brasileiro no exterior pela entidade Comunique-se e escolhido como um dos 40 jornalistas mais admirados do país (Maxpress). Em 2020, o jornalista venceu o principal prêmio do ano da Associação Internacional da Imprensa Esportiva por suas revelações sobre a corrupção no futebol e, em 2021, recebeu o troféu Audálio Dantas por seu trabalho sobre direitos humanos e democracia




Sugestão de Leitura


A ameaça é muito maior

  Genebra, 1 de julho de 2022   Prezada Juliana Li nos jornais espanhóis uma notícia que desfarelou meu cora& ...

“Inimigo?”

  Genebra, 19 de abril de 2022   Querida Juliana,   Você deve já ter percebido como a primav ...

Formas de oração

  Genebra, 19 de janeiro de 2022 Querida Juliana,   O ano de 2022 começou como havia sido prometido: intenso, g ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2022 REVISTAPESSOA.COM