Imagem 1615566820.jpg

Vai encontrar o poeta na lua

Imagem: do acervo do autor



2021-03-12

 

O último bonde

Há os noctâmbulos. Diz o dicionário sem nome que pode-se tratar por noctâmbulos tanto os notívagos quanto os sonâmbulos. É uma espécie em alta. Copacabana desolada, radioativa, assombrada pelo vírus, tem ainda populações esparsas de noctâmbulos. Antes, andavam em bandos, tomavam o último bonde e cumprimentavam as outras cataduras em silêncio. Agora vagam pelas ruas. Uma mulher escora-se no poste, são nove da noite, ela não ouviu o toque de recolher.  Nenhuma sirene a fará despertar. Observa formas com os dedos no telefone. Finge aguardar um carro ou um amigo, mas é mentira. "Toda catástrofe que...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 3.50

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


ASSINATURA

DESDE R$ 39.00

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$ 3.50

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


ASSINATURA

DESDE R$ 39.00

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Mariano Marovatto

Mariano Marovatto nasceu no dia primeiro de abril de 1982, no Rio de Janeiro. Escreveu livros como Estirâncio (7Letras, 2019), Casa (7Letras, 2015) e Vinte e cinco poemas com Chico Alvim (Luna Parque, 2015), e gravou alguns discos, entre eles: Praia (Maravillha 8, 2013) e Selvagem (Embolacha, 2016). Como pesquisador e arquivista literário, foi responsável, entre outros trabalhos, pela organização do acervo do escritor e compositor Cacaso e pela pesquisa de inéditos e estabelecimento de texto da Poética de Ana Cristina Cesar. Recentemente organizou Os Fantasmas Inquilinos, antologia de poemas de Daniel Jonas (Todavia, 2019) e a versão em português de Silêncio de John Cage (Cobogó, no prelo). Doutor em literatura brasileira pela PUC-Rio, Mariano foi também apresentador e roteirista do programa musical Segue o som na TV Brasil entre 2009 e 2016. Toda a sua produção está disponível aqui




Sugestão de Leitura


Deus não existe

  Padarias Nem gente, nem carros, nenhum bonde. Cemitério, hospital, cães dormindo. A Avenida. Agora o vento frio do hel ...

Só pousar no que é belo

  Virginia Havia antes o desejo genuíno de deambular. Como diz Virginia, quando a porta se fecha atrás de nós, tu ...

Não dizem palavra

  O catador Novamente. O catador abandona o enorme saco plástico preto abarrotado de latas amassadas de cerveja na beira do mar ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2021 REVISTAPESSOA.COM