Imagem Dona-Anja-181x300.jpg

Dona Anja



2015-06-17

Era o tempo em que homens assobiavam valsas vienenses no puteiro. A história podia não ter ficado datada, mas ficou. Dona Anja (1978), de Josué Guimarães, lembra uma peça de teatro adaptada: o essencial do relato se passa entre quatro paredes e durante uma única noite; e certas marcações cênicas – como o fato de a protagonista comer bombons o tempo todo – servem para reforçar a caracterização das personagens.

Aliás, seria mesmo Dona Anja a personagem principal? No começo ela é a mulher do Coronel Quineu Castilhos, “senhora de excelsas virtudes e estranhos afogueamentos”. O marido, proprietário de um casarão na cidadezinha onde vivem, abandonou a prática de violências por conta da política provinciana, adaptando-se aos novos tempos democráticos e dedicando-se a aplacar aquele furor uterino que o esfalfava, além de despertar a curiosidade dos concidadãos.

Com a morte do Coronel, a Dona Ângela que já estendera sua ninfomania aos rapazes frequentadores da casa, acaba admitindo várias moças e transformando o lar...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com





Sugestão de Leitura


Hospício é Deus

  Há consensos elementares dos quais o louco não logra participar. Nem ele nem os escritores que penetram de fato no absurd ...

O professor Jeremias

O desfecho que leva à risada filosófica já é um belo saldo. A cena final de O professor Jeremias (1920), protagonizad ...

Jorge, um brasileiro

Pense num Riobaldo caminhoneiro. Agora, pense num Riobaldo que não tenha grandes coisas a dizer: sem metafísica, sem experiên ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM