Imagem 1584701148.jpg

Por uma humanidade de Frankensteins

FotoCharles Stanton Ogle como Frankstein na primeira adaptação para o cinema, em 1910



2020-03-17

A criatura, largada no mundo sem instrução nem afeto é obrigada a aprender a falar e escrever sozinha, observando escondida uma família de camponeses. Passa frio, fome e incontáveis angústias e provações até ter coragem de sair do seu esconderijo e pedir a amizade dessa família. É recebido a paus, pedras e olhares de horror. No dia seguinte, com a fuga dos camponeses, que deixam amedrontados a casa, sente pela segunda vez o abandono. A partir desse dia, descrente da humanidade, torna-se aí sim um monstro de carteirinha, daqueles que matam crianças porque estão de mau humor.

 

Não sei vocês, mas quando penso no Frankenstein, o que me vem sempre na cabeça é aquele monstro fofo da Turma do Penadinho, aquele ser grande e desengonçado com cara de bobo e uma cicatriz na testa. O cinema bem que tentou, mas também não conseguiu fazer dele algo diferente de uma caricatura que menos amedronta do que entretém.

Já o Frankenstein que acabei de ver de perto, lendo o romance de Mary Shelley, ainda não sabe o que é a Disney e aprendeu, com toda razão, a detestar a humanidade. Aliás ele nem nome tem; Frankenstein é o sobrenome do...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 3.50

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


ASSINATURA

DESDE R$ 39.00

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$ 3.50

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


ASSINATURA

DESDE R$ 39.00

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Carla Mühlhaus

Jornalista e escritora nascida no Rio de Janeiro. Já foi ghostwriter, mas nunca gostou do termo. Fantasmas não existem e costumam ser invisíveis. Hoje é escritora viva, autora de Nos vemos em Marduk (Patuá) e À sua espera (Dublinense), entre outros. Reside atualmente em Portugal. 




Sugestão de Leitura


Nietzsche para tempos difíceis

  Voltar sempre ao Nietzsche, ao Zaratustra, retornar sempre ao eterno retorno. De quando em quando, de década a década, de ...

Para reescrever Beths, Marianas e certos mitos

  Elizabeth Short, atriz americana, não conheceu o ano de 1947. Em janeiro, aos 22 anos e com uma coleção de contos ...

À míngua no mangue

  Depois de quatro meses de pandemia, confinamento e incertezas as mais variadas em todos os níveis da existência, tenho ape ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2021 REVISTAPESSOA.COM