Imagem 1564479368.jpg

O relampejar de certo Sertão



2019-07-29

Macambira, tabuleiros e lajedos. Os lajedos ao sol como lagartos e o sol, ele mesmo, latejante, trincando as rochas e desacelerando o tempo, num sopro ardente. Pedras, chapadas, sumidouros. Eu não podia ter o Sertão mas tinha suas palavras e isso tudo se convertia numa imagem dessa estrada e desses riachos como fios d’água emboscados.

 

Certa vez estávamos sentados num fim de tarde em frente ao pequeno prédio em que morávamos, lá no Recife. Os vizinhos, meus pais, algumas crianças a vadear pela rua de terra, com bicicletas e bolas. Olhando lá pro fim da nossa rua podíamos ver o pôr do sol, na linha das árvores e algumas casas escurecidas na contraluz. Havia também um canal, resquício do mangue que outrora cobrira tudo ali. Dali podíamos ouvir o ruído dos aviões no aeroporto, margeado pelas colinas dos Guararapes. Vi ao longe, num céu de nuvens que escondiam o sol, que rapidamente baixava no sumidouro...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Toinho Castro

Potiguar de Pernambuco e radicado Carioca! Assim define-se Toinho Castro, que nasceu em Natal, no Rio Grande do Norte, cresceu no Recife e migrou para o Rio de Janeiro aos 30 anos. Tudo em meio à uma família de poetas, músicos artistas. Além da poesia, trabalha com design gráfico, fotografia, vídeo e outras mídias; faz filmes (Viagem a Marte, Avenida um, Vai, foguete, entre outros) e publica versos por aí. Organizou e participou da coletânea de poemas Lendário Livro, com Aderaldo Luciano, Braulio Tavares, Nonato Gurgel, Numa Ciro e Otto. Seu trabalho enquanto poeta está ligado à construção da memória como espaço de compartilhamento, em que a poesia media uma troca vivências, percepções e expectativas. 




Sugestão de Leitura


O menino das estrelas

  Sempre fui de olhar para o céu. E bem sei que usamos esse sempre indiscriminadamente, como se eternos fôssemos. Como se es ...

“Pela orla dos velhos tempos”

  Certa vez eu e meu velho amigo Roberval voltávamos de algum bar onde confraternizamos com amigos perdidos como nós. Era f ...

A invasão

  Contatos imediatos, abduções e avistamentos de luzes no horizonte são temas recorrentes na nossa cultura. Encanto ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM