Imagem 1546873508.jpg

Luiza Crosman, Blockchain e crítica institucional

Foto:



2019-01-03

 

Pollyana Quintella conversa com Luiza Crosman. A artista participou da Bienal e tem se aproximando do universo do Blockchain e das criptomoedas pna tentativa de criar estratégias para o circuito da arte

 

Na Bienal de São Paulo deste ano, Afinidades Afetivas, Luiza Crosman buscou intervir no modelo produtivo da instituição com três ações: em colaboração com Pedro Moraes minerou criptomoedas no espaço expositivo, instalou placas solares nos telhados do pavilhão e se associou a Zazie Edições para traduzir textos estratégicos para o português. Conversamos sobre sua participação e como tecnologias tais como o Blockchain podem ajudar a construir artimanhas institucionais.

Pollyana: Você participou da última edição da Bienal de São Paulo com o TRAMA, cuja proposta envolveu vários desdobramentos e outros agentes em colaboração. Em uma de suas falas, você disse que...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Pollyana Quintella

É curadora, professora e pesquisadora independente. Formada em História da Arte pela UFRJ, é mestre em Arte e Cultura Contemporânea pela UERJ, com pesquisa sobre o crítico Mário Pedrosa. Colaborou com pesquisa e curadoria para o Museu de Arte do Rio (MAR), entre 2018 e 2020, e escreve para diversos jornais e revistas de cultura. É curadora adjunta da exposição FARSA - Língua, Fratura, Ficção: Brasil-Portugal, prevista para inaugurar este ano no Sesc Pompeia.  




Desenvolvido por:
© Copyright 2022 REVISTAPESSOA.COM