Imagem 1525528417.jpg

Dia da Língua Portuguesa, um deles

Imagem de Delfi Rua



2018-05-05

 

Dizer que um país tem o português como língua oficial não é o mesmo que dizer que essa seja a língua materna comum à população. Esse é um aspecto que diferencia muito a relação que nós, brasileiros, temos com a língua, se nos compararmos à situação de vários países africanos, por exemplo, em que a língua de Camões ou de Barbosa tem outro alcance, outra função e divide espaço com dialetos, crioulos e línguas tão ou mais falados do que ela. Talvez escritos, talvez muito mais “maternos”, muito mais afetivos e efetivos. Um piá africano pode não falar português algum e, talvez, jamais fale. Já um piá brasileiro, falará algum português, ainda que desprestigiado e socialmente discriminado.

Já notaram que, de vez em quando, uma data pipoca no nosso calendário como dia comemorativo de alguma coisa? Eu noto sempre. E, desta vez, o tema me afeta diretamente: 5 de maio, Dia da Língua Portuguesa.

Mas aí me bateu uma sensação engraçada, uma espécie de déjà vu. Corri na internet para ver se eu estava errada. Não, não estava. No Brasil, o Dia Nacional da Língua Portuguesa é comemorado em 5 de novembro, em homenagem ao escritor e político brasileiro Ruy Barbosa, nascido nesse dia, no ano de 1849. E como essas coisas não brotam na natureza, o Dia Nacional da Língua Portuguesa resulta de um decreto, o de número 11.310, de 12 de junho de 2006.

Há ainda o Dia da Língua Portuguesa português, celebrado em 10 de junho, data escolhida em homenagem ao poeta lusitano Luís Vaz de Camões, autor de Os Lusíadas, obra considerada fundadora para nossas língua e literatura (eita!, concordância estranha, não é mesmo?).

Sem entrar no mérito das escolhas dos homenageados e, consequentemente, das datas,...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$0,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$0,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Ana Elisa Ribeiro

Ana Elisa Ribeiro nasceu em 1975, em Belo Horizonte, cidade onde vive. É autora de livros de poesia, conto, crônica e literatura infantojuvenil, por diversas editoras brasileiras. Bacharel e licenciada em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerais, onde também se formou mestre e doutora em Estudos Linguísticos.É professora e pesquisadora nos campos da Linguística Aplicada e da Edição, no Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais.




Sugestão de Leitura


Gramáticas e dramáticas da língua

  Erro gramatical, problemas de gramática, conferir na gramática, “a” gramática. Há pelo menos um ...

“Dá uma melhoradinha no texto para mim?”

  Abro minha conta de e-mail e está lá um pedido angustiado: “melhora isto para mim?”. Não tenho como ne ...

Revisão de textos literários, um telefonema e jogo de cintura

  Uma tese, duas teses, três dissertações de mestrado. Um livro técnico, dois artigos científicos, um r ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2018 REVISTAPESSOA.COM