Imagem 1517829100.jpg

Sob a luz da manhã

Imagem: acervo do autor



2018-02-02

Uma frase e um gesto neste conto de Fonseca me chamaram atenção e permaneceram algum tempo comigo. Vocês poderão adivinhá-los, talvez. A partir deles escrevi o conto e concebi as suas imagens que seguem. A fim de não estragar a surpresa, ao final retornarei para comentar um pouco mais o processo de leitura-escrita.

 

Os dedos da mão - só uma - em romances, mais de três dezenas de contos e um bom punhado de crônicas. Anos e anos dedicados à literatura. Se colocarmos todas as páginas uma atrás da outra, preenche-se uma extensão notável da prateleira. E, mesmo assim, até agora não ganhei nenhum prêmio, nenhum reconhecimento, nenhuma merda de leitor. Não sei porque insisto nisso.

O dono da galeria onde eu trabalho, perto da praia de Copacabana, diz que a literatura é um caminho árduo. “Você precisa ter paciência”, costuma falar aquele gordo. Mas é só pra me manter ali, debaixo da rédea dele. Um...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Leonardo Villa-Forte

É escritor, artista, pesquisador e professor, nascido no Rio de Janeiro em 1985. Lançou os livros O princípio de ver histórias em todo lugar (romance, Oito e meio, 2015), O explicador (contos, Oito e meio, 2014) e Agenda (conto, Megamíni/7Letras, 2015). Criou a intervenção urbana-literária Paginário, presente em diversas cidades brasileiras, e o projeto MixLit - O DJ da Literatura. Mestre em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-RJ e graduado em Psicologia pela UFRJ, colaborou com publicações como a revista Serrote, o Blog do IMS e a revista Grampo canoa, entre outros.




Sugestão de Leitura


Para onde ir?

  Dessa vez minhas mãos trocaram as canetas e marca-textos pelos teclados e programas de computador. Como tenho pouca paciên ...

Um outro final

  Apressado, senhor de branco, crianças de pijama, táxi, ambulância, farmácia, peixaria, os sapatos, moscas, c ...

Gestos do leitor

  Se as páginas de um livro da minha estante se encontram limpas, apenas tinta sobre papel, sei que ou não li aquele livro ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2021 REVISTAPESSOA.COM