Imagem 1488808872.jpg

Como nasce uma coluna



2017-03-02

Quando ganhou o Premio Nobel, Wislawa Szymborska disse que a primeira frase de um discurso era a mais difícil: “Pois bem, essa eu já deixei para trás...”. É meio assim que me sinto com esse primeiro texto e, na dúvida entre chegar chegando ou explicar como essa coluna nasceu – e o que pretendo fazer com ela –, optei pela segunda opção, ainda que nem eu saiba direito o que ela vai ser.

Quando Ronaldo Bressane me escreveu, no começo de Janeiro, falando sobre a possibilidade de escrever pra Pessoa, ele cantou a primeira bola: escrever sobre os poetas do mundo. Lembrei na hora de Wislawa. Com o decorrer da troca de e-mails, que depois incluiu Mirna Queiroz, nos aproximamos da ideia de que a coluna seria sobre/com poetas contemporâneos não-alemães vivendo na Alemanha. Pareceu (parece!) ótimo. A figura do “apátrida”, do exilado, sempre teve esse cheiro de mitológico, tanto na produção quanto na recepção de arte; mas, de 2015 pra cá, com a “crise...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$0,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$0,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Adelaide Ivánova

Adelaide Ivánova é uma jornalista, fotógrafa, poeta e tradutora brasileira, nascida em Recife em 1982. Lançou os livros autotomy (...) (São Paulo: Pingado-Prés, 2014), Polaróides (Recife: Cesárea, 2014) e O martelo (Lisboa: Douda Correira, 2016; Rio de Janeiro: Garupa, 2017). Vive e trabalha entre Colônia e Berlim, na Alemanha. Foto de Pedro Pinho.




Artigos Relacionados


A gente nunca sabe muito bem se é pra rir ou pra chorar

  1. Eu demorei muito tempo pra conseguir escrever esse texto. Fiquei semanas me deixando cercar pelas coisas que Érica Zí ...

Medir com as próprias mãos

Minha primeira exposição se chamou "corpo! teatro do precário" e teve curadoria daquele que era, então, meu ...

Receita para abandonar o que assombra

  Eu conheci Liwaa Yazji em 2015, num jantar na casa da pesquisadora, escritora e ativista iraniana Azadeh Sharifi. Sharifi, na ép ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2017 REVISTAPESSOA.COM