Imagem A435I28120162000501k2FF.jpg

Mensagem fonada



2015-08-31

Aquecimento. As xícaras de café vazias, a conversa segue animada. Eduardo Rossetti, professor de arquitetura da Universidade de Brasília, me conta de um bilhete do presidente Juscelino Kubitschek, em 1960, a Rodrigo Mello Franco Andrade, diretor do Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, no qual pedia o tombamento de Brasília. Os assuntos encadeiam-se, desdobram-se: cartas-monumento da cultura brasileira, a dimensão testemunhal da correspondência, a importância da epistolografia para os estudos da arquitetura, os (ab)usos da comunicação eletrônica em nosso tempo etc. Estamos na lanchonete, a pouca distância do “Minhocão”, o Instituto Central de Ciências, desenhado por Oscar Niemeyer para...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


MICROPAGAMENTO

R$ 6.80

ou

€ 1,10

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.


  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com


Marcos Antonio de Moraes
Marcos Antonio de Moraes graduado em Letras; mestre e doutor em Literatura Brasileira pela Universidade de So Paulo. Docente e pesquisador do Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de So Paulo. Membro da Equipe Mrio de Andrade no IEB-USP. Desenvolve pesquisas interdisciplinares, focalizando as relaes entre literatura brasileira e memorialismo (correspondncia de escritores). Recebeu o Prmio Jabuti de melhor livro na categoria Teoria/Crtica Literria, pela obra Cmara Cascudo e Mrio de Andrade cartas 1924-1944 (Global, 2010). Recebeu o prmio Jabuti na categoria Ensaio e Biografia com o livro Correspondncia Mrio de Andrade & Manuel Bandeira (Edusp/IEB, 2000).




Sugestão de Leitura


Dezembros

Para Mirna Queiroz Sociabilidade. Além daquilo que a memória preserva em cores fortes (mas instáveis), restou pouca coisa da casa dos Moraes, ...

Turbulenta diáspora (exílios, ainda)

Trajetória. Em resposta ao semanário paulistano que, sem fundamentação, noticiara o seu vínculo, na juventude, com o integralismo, Mário Pe ...

Pássaros frenéticos

Fronteiras. “O exílio é uma experiência terrível”, assegura o antropólogo Darcy Ribeiro em suas Confissões (1997). Em 1964, aos 42 anos, ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2023 REVISTAPESSOA.COM