Imagem Bom-Crioulo-216x300.jpg

Bom-Crioulo



2013-06-07

Certa crítica tende a exagerar os méritos de Bom-Crioulo (1895), principal contribuição de Adolfo Caminha à ficção brasileira. Se é verdade que o marinheiro Amaro, escravo fugido cujo apelido intitula o romance, é – como escreveu Alfredo Bosi – “coerente na sua passionalidade”, também o é que as outras personagens importantes do livro, Aleixo e Carolina, são peças movidas de maneira um tanto apressada pelo narrador. Além disso, as tintas naturalistas do romance são um tanto fracas e acabam ainda mais desbotadas por uma adjetivação abundante, evidente herança romântica. Bom-Crioulo está longe de ser comparável mesmo a O mulato, a primeira incursão de Aluísio Azevedo pelo Naturalismo. A tese naturalista comparece ao romance de Caminha de modo fortuito, em passagens como a que descreve Carolina como “vaca do campo extraordinariamente excitada, que se atira ao macho antes que ele prepare o bote...” Ora, ninguém jamais viu um touro dando bote.

O mérito do tema “escabroso” é hoje discutível. Abordar o homossexualismo, como qualquer outra questão afetiva, exige...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com





Sugestão de Leitura


Hospício é Deus

  Há consensos elementares dos quais o louco não logra participar. Nem ele nem os escritores que penetram de fato no absurd ...

O professor Jeremias

O desfecho que leva à risada filosófica já é um belo saldo. A cena final de O professor Jeremias (1920), protagonizad ...

Jorge, um brasileiro

Pense num Riobaldo caminhoneiro. Agora, pense num Riobaldo que não tenha grandes coisas a dizer: sem metafísica, sem experiên ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM