Imagem imgres.jpg

Quarup



2014-01-06

Em Quarup (1968), Antonio Callado inventou o protagonista-cabide. O padre Nando, inicialmente um aspirante a missionário na selva, depois mestre fornicador e finalmente “subversivo” perseguido pela ditadura, não é propriamente uma personagem, mas um gancho temporal em que se dependuram quadros descritivos da realidade brasileira. Quadros até bem realizados, mas cuja sucessão não chega a compor uma unidade que transcenda a discutível educação político-sentimental de Nando.

O escritor conheceu esses quadros na condição de repórter: a situação degradante dos índios da Amazônia e a ilusão revolucionária que atingiu o sertão de Pernambuco no primeiro governo Arraes. Uma pena que aspecto documental do livro, incluindo rápida e incisiva caracterização dos porões da repressão, não baste para justificar a posição dos que consideram Quarup um grande romance. O conjunto ficcional peca pela falta de lastro, a começar pelo título: não há nenhum quarup depois da primeira metade do livro, e mesmo na primeira esse ritual fúnebre dos índios do Xingu terá sido mais...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM PLANO? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição

MICROPAGAMENTO

R$1,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Você pode acessar apenas o artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA





  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista Pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com





Sugestão de Leitura


Hospício é Deus

  Há consensos elementares dos quais o louco não logra participar. Nem ele nem os escritores que penetram de fato no absurd ...

O professor Jeremias

O desfecho que leva à risada filosófica já é um belo saldo. A cena final de O professor Jeremias (1920), protagonizad ...

Jorge, um brasileiro

Pense num Riobaldo caminhoneiro. Agora, pense num Riobaldo que não tenha grandes coisas a dizer: sem metafísica, sem experiên ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM