Imagem 1488457206.jpg

Mudancite aguda

2017-03-06

Mari Casalecchi


Haverá o dia em que trocaremos de pele, de gênero, de cor, de país, de nome, de amor como quem muda a roupa de baixo

1. Eis que chego ao 22º ponto de vista da minha vida, um pouco por vontade de mudar, outro tanto por fim de contrato. Meus livros reclamaram, coisas se extraviaram, gastos desastrados surgiram; Neve, meu gato gay, ainda estranha. Em frente à nova janela a igreja da Imaculada Conceição, o Refúgio dos Pecadores, badala duas vezes ao dia – o que ajudaria a dissipar a síndrome da paisagem fantasma badalada pelas igrejas de Perdizes, o bairro anterior. Mas não tive síndrome nenhuma: desde antes de saber da necessidade de mudança eu já havia sido acometido pela mudancite aguda – o desejo por novos ares só porque sim. Você nunca sabe o que vai ganhar, mas sabe que vai perder.

 

2. “Certa noite, depois de esquiar por oito horas, deitei em frente à lareira do meu chalé e elaborei o conceito de Quociente Evolucionário: o número de endereços de correspondência divididos pela idade cronológica. Eu somava 53 casas nos meus 50 anos de vida”, escreveu Timothy Leary em sua biografia Flashbacks. Comparado...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM CONTA? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$0,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Voçê pode acessar apenas ao artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com

Ronaldo Bressane
Ronaldo Bressane é escritor e jornalista, autor de Sandiliche (Cosac Naify) e Mnemomáquina (Demônio Negro), entre outros. Seu blog é o Impostor, ronaldobressane.com. Na revista Pessoa, ele trata dos transtornos do nosso tempo



Artigos Relacionados


Amarração do amor

Subindo a rua íngreme o cara pensa em parar na sex shop, e, porra, por que não?, para. Empurrando o carrinho da filha recém-nascida a caminho d ...

Transtorno do dedo-de-seta

Todo mundo tem culpa, mas não dos pecados bacanas que confessa. Em trezentos metros, vire à direita. Hein? Quem disse isso? N&atild ...

Apocalipsismo

Qualquer dia o mundo acaba, eu pedi quando deitei, exausto, prevendo nova luta contra a insônia. Qualquer dia o mundo acaba, pensei, quando ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2017 REVISTAPESSOA.COM