Imagem 1488383831.jpg

A conquista de Alpha Tria

2017-03-06

Corredores pintados em ânfora panatenaica. Museu Britânico


Inédito de João Inácio Padilha. Curadoria de Vilma Arêas

Pouco antes das 9 da noite, o avião aterrissou no aeroporto de Atenas, vindo de Madri. Às 9:15 mais ou menos, começou o desembarque. Abriu-se a porta, os passageiros começaram a sair. A movimentação era lenta: gente pegando mala no bagageiro, gente devagar, gente morosa. Deviam ser umas 9:25 quando saí do avião. Minha conexão para Larnaca, no sudeste de Chipre, sairia às 10. Não tinha jeito, um caso perdido. Ou quase. Saí do avião bufando de urgência.

Logo de cara, a primeira coisa que vejo no terminal é o balcão da Aegean, a transportadora grega que acabava de me depositar em Atenas e se comprometera a entregar-me em Larnaca. Mostrei para a funcionária da companhia o meu cartão de embarque e disse apenas: “Larnaca”, com entonação interrogativa, acentuação proparoxítona e sotaque meio espanholado – sílabas bem escandidas, vogais abertas, R dobrado. Deu certo: minha pronúncia foi tão facilmente absorvida pela funcionária que ela me enxergou como grego, tão grego quanto ela. Respondeu, helenicamente: “Alpha tria”. Digeri as duas palavras, alpha...

Continuar lendo

AINDA NÃO TEM CONTA? SELECIONE:

MICROPAGAMENTO

R$0,99

APENAS ESTE ARTIGO

  1. Voçê pode acessar apenas ao artigo que pretender ler. Faça um micropagamento para baixa-lo. É facil.

  2. A compra avulsa de um artigo não dá acesso ao conteúdo integral da revista.

ASSINATURA

DESDE R$12,90

PARA TODO O CONTEÚDO DA REVISTA



  1. - Prioridade na participação de eventos organizados
  2. - Descontos em títulos lançados pela Pessoa
  3. - Envio de newsletter com os destaques da edição
  1. As assinaturas e os micropagamentos são necessários para manter a Revista pessoa

  2. Precisa de ajuda ou mais informação?
  3. Entre em contato:
  4. revistapessoa@revistapessoa.com

João Inácio Oswald Padilha

João Inácio Oswald Padilha (Rio de Janeiro, 1950) começou sua carreira como jornalista no Jornal do Brasil. Mais tarde estudou Diplomacia, concluindo o curso do Instituto Rio Branco em 1979, quando foi nomeado terceiro secretário. Atingiu o posto de ministro de segunda classe em 2003. Em 2006 foi indicado e deferido embaixador do Brasil na República de Botsuana. Em 1989 publicou pela L&PM o romance Os Corpanzis, ganhando o Prêmio Maurício Rosenblatt na categoria Romance. Em 1998 lançou o livro de contos Bolha de Luzes, pela Companhia das Letras, ganhando o prêmio Jabuti.




Artigos Relacionados


In dreams

Eu queria escrever um texto sobre o amor, mas como não conheço o amor, escrevo sobre outras coisas. De certa forma, é como s ...

Fiapo

Se há período pródigo em fracasso, é o do início da manhã. O trajeto aborrecido e desconfortável converte-se em preparação, a superfície das ca ...

Travessia

Não faz cinco minutos que as portas do compartimento se fecharam, e o albino já começou a falar. Algo em seu rosto torto me disse que ele o far ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2017 REVISTAPESSOA.COM