Buscar
A revista que fala a sua língua.
A sabedoria é simples

Sempre que ouço o poeta Leonardo Fróes falar, tudo o que não são seus poemas me parece muito simples. Ele diz coisas sobre a vida, sobre a sua vida no mato e sobre o mato que, no fim das contas,...leia mais

Milímetros 25/08/2016
O lugar do inexistente

            Imaginemos o poeta Fernando Antônio Nogueira Pessoa, por detrás dos óculos e do bigode, em um café lisboeta.            Aos soslaios – e com a pena sempre à mão –, Pessoa tenta auscultar os sussurros alheios como se cada um...leia mais

Tabacaria 24/08/2016
O fiel e a pedra

Adiamento de um conflito sustenta a narrativa de Osman LinsDepois de Graciliano Ramos, escrever um romance ambientado no interior do Nordeste ficou muito mais difícil. O pernambucano Osman Lins sabia disso e deve ter despendido muito de sua energia criativa...leia mais

Colunistas 23/08/2016
Haddock Lobo com Antônio Carlos (primeiro semestre de 2008)

Eu tinha acabado de me mudar pra São Paulo e ainda estava naquela ilusão de que paulista passa na casa da gente. Nem minha prima do edifício ao lado."Passa lá em casa."Não passou. Até que marquei dia e hora e...leia mais

morrendo de rir: minha vida de intelectual 23/08/16
Mulher bicho

Maria Ana desapareceu coisa nenhuma, se a gente fala ninguém acredita. Ela foi é morar nos sonhos da Cida.Fazia tempo ninguém via Maria Ana em Vilaboinha abrir as janelas, bater pano levantar terra, estender nos ombros. Fazia tempo ninguém via...leia mais

Desassossego 20/08/16
Hora zero

O título do último livro de Prisca Agustoni, atraente e sugestivo, promete ao leitor uma poesia de teor narrativo: fatos, episódios, acontecimentos, que podem/devem ocorrer em seguida a essa hora-chave, tomada como ponto de partida, marco decisivo. E gera também,...leia mais

Não me Importo com as Rimas 20/08/16
Ztória em Quadrinhas

OS  PRUTUCAS<<<<<<<<<<<<1- ROÇALGATE            Thétis, olha as Arábias trêscravo e canela, Thétis bela,e o mais cheiroso incensoquando corre não se enxerga     2- CAMBAIAHoje Moçandão dos navegantes   minhas costelas rangentesna Torre Torta de Zuraroa pena cai o Ganges  leva3-  PASSESNão morras já, Vasco,                           sabe-se lá se...leia mais

Fingimento 17/08/16
Língua em repouso

9:00 a.m.Porque temesde los niños con cabeza de radio / anquilosadosel concierto de su respiración                            escuchando,que no llegan a formar parte de tu clubpor llevar el signo solar en su frentey el mar en una manoporque temesde la burlade...leia mais

Cercanos&distantes 12/08/16